Enem 2014: Saiba quais erros evitar na redação

Share:
Estudantes que participarão do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem),nos dias 8 e 9 de novembro, podem saber um pouco mais sobre as principais dificuldades no desenvolvimento da redação.  Em mais um vídeo da série especial da FOLHA DIRIGIDA Online, os candidatos assistem a dicas e orientações para evitar os erros mais frequentes na hora de escrever o texto do exame mais disputado do país. O acesso é gratuito e, além deste, os candidatos podem assistir a mais nove, que abordam as outras áreas. Serão 20 vídeos até a véspera da prova. (Assista Aqui!)
No Enem, os estudantes serão pontuados em competências e habilidades que giram em torno de um texto argumentativo-dissertativo, com tema proposto pelo exame. Na redação, cada critério de avaliação valerá até 200 pontos distribuídos em cinco eixos de avaliação. A professora de Português, da Rede Alub de Ensino, de Brasília, Fabiana Freitas, explica as principais dificuldades na hora de escrever o texto do Enem.
“Um dos erros mais frequentes dos estudantes é desvalorizar a questão estética da Redação. Desrespeitando o espaço de no máximo 2,5cm na margem inicial, proposto pelo paragrafo padrão”. Segundo a professora, é preciso cumprir as exigências do parágrafo padrão no que diz respeito ao espaçamento das margens. Outra dica importante é manter o tamanho da letra para organizar o texto e não ultrapassar a margem final.
Outro ponto abordado por Fabiana foi em relação à quantidade de rasuras na prova. Para a professora, não é um ponto positivo para o candidato rasurar demasiadamente o espaço do texto. “Rasurar demais o texto é dizer para o corretor que você não fez o esboço inicial, não fez um rascunho. Além de transmitir a ideia de que você não organizou a sequência lógica do texto”. Fabiana orientou ainda que os candidatos iniciem o Enem pela Redação,para evitar o desgaste natural no final da prova. “Faça pelo menos o rascunho para depois não ficar preocupado com o tempo de prova e escrever correndo sem revisar e organizar previamente”.
A professora revelou ainda que outro detalhe que chama atenção na hora da correção é o bom desenvolvimento parte introdutória. Segundo a professora, tudo que o candidato escrever no decorrer da redação deve estar de acordo com a introdução. “Não façam uma introdução muito prolongada, não comecem a argumentar nela, o espaço para argumentação é no desenvolvimento. Não deixem também de utilizar palavras chaves direcionadas ao tema na introdução.” Fabiana orientou ainda, que os estudantes não iniciem o texto com frases prontas, frases alheias, por que isso demonstra falta de autonomia em relação ao texto. 
No desenvolvimento do texto, a professora indicou que os estudantes separem a argumentação da ideia proposta. “Ideia não é igual a argumentação. Ideia é o que você pretende defender no texto, argumentação é como você vai defendê-la. Não adianta apresentar um monte de ideias e não defender. Se eu tenho uma ideia no meu paragrafo, o argumento têm que vir para sustentar”, explicou a professora.
Um dos diferenciais da prova do Enem, em relação á outros vestibulares é a exigência de uma intervenção no problema social abordado. A professora comentou que é preciso relacionar claramente a intervenção com o que o estudante pretende defender. “Alguns estudantes fazem uma proposta de intervenção que não tem nada a ver no que ele colocou durante o texto. A proposta precisa ter relação com os argumentos das ideias que estão sendo defendidas.”
Em relação à solução apresentada aos problemas sociais abordados durante a prova, Fabiana ressaltou que é preciso ampliar a proposta para um esfera social. “Não adianta dizer que é culpa do governo, que é apenas falta de investimento, a prova exige uma proposta de solução social para o problema. Isso deve envolver, além do governo, vários setores da sociedade.
A professora explicou ainda, que é necessário que o estudante, durante sua proposta de intervenção, mostre como será cada etapa da aplicação, na prática. Isso significa,por exemplo,  detalhar para qual área da sociedade está voltada e com qual finalidade. “Não adianta eu fazer a proposta e não mostrar como pode ser utilizada pela sociedade”, afirmou. 
Cerca de 8 milhões de candidatos se inscreveram para essa edição do Enem. O Ministério da Educação, por meio Inep, deve enviar, em breve, os cartões de confirmação de inscrição. Eles contém os locais de avaliação. No primeiro dia serão aplicadas as provas de Ciências da Natureza (Física, Química e Biologia) e Ciências Humanas (História, Geografia, Filosofia  e Sociologia). No segundo dia, será a vez dos estudantes resolverem as questões de Matemática, linguagens e a Redação.

Serviço

09/09 - Ciências da Natureza e suas Tecnologias - Já está no ar! - ASSISTA AQUI11/09 - Matemática e suas Tecnologias - Já está no ar! - ASSISTA AQUI
16/09 - Linguagens, Códigos e suas Tecnologias - Já está no ar! - ASSISTA AQUI
18/09 - Ciências Humanas e suas Tecnologias - Já está no ar! ASSISTA AQUI
23/09 - Redação: características do texto dissertativo - Já está no ar! Assista AQUI
25/09 - Ciências da Natureza e suas Tecnologias - Já está no ar! Assista AQUI
30/09 - Matemática e suas Tecnologias Já está no ar! Assista AQUI
02/10 - Linguagens, Códigos e suas Tecnologias - Já está no ar! Assista AQUI
07/10 - Ciências Humanas e suas Tecnologias - Já está no ar! Assista AQUI
09/10 - Redação: erros mais comuns e como evitá-los - Já está no ar! Assista AQUI14/10 - Ciências da Natureza e suas Tecnologias
16/10 - Matemática e suas Tecnologias
21/10 - Linguagens, Códigos e suas Tecnologias
23/10 - Ciências Humanas e suas Tecnologias
28/10 - Ciências da Natureza e suas Tecnologias
30/10 - Matemática e suas Tecnologias
04/11 - Linguagens, Códigos e suas Tecnologias
05/11 - Ciências Humanas e suas Tecnologias
06/11 - Últimas dicas de redação
07/11 - Como controlar o nervosismo

folha dirigida 

Nenhum comentário